SUICIDARAM A SARA

1.000,00 MT

SINOPSE

O livro foi prefaciado pela activista social, Fátima Mimbire e com posfácio do Psicólogo Clínico e Académico, Rómulo Muthemba.

O livro é um romance, com enredo e temporalidade,  onde a personagem Sara vivência a experiência de vida de várias mulheres que são desafiadas e violentadas ao longo de sua vida, em virtude do género. Fala sobre algumas formas de violência que não têm merecido a mesma atenção que a violência física, fazendo, portanto, que as vítimas serão em silêncio e passando por um grande sofrimento psíquico.

É um livro alicerçado em eventos verídicos que tem 2 objectivos fundamentais:

Mostrar sem reservas como, de facto, se efectiva a violência baseada no género; e que existem outros cenários,  igualmente catastróficos que aqueles onde a mulher é morta/ assassinada em virtude da violência baseada no género.

Trazer a subjectividade dessas experiências para a própria mulher,  ou seja,  como elas realmente se sentem em relação a esses acontecimentos.