MEMÓRIAS DE TORTURA E RESISTÊNCIA

1.015,00 MT

SINOPSE

Um jovem advogado na tormenta dos dias sombrios. São absolutamente preciosos para os historiadores e todos os interessados em História e no passado recente português memórias, testemunhos e relatos, não só porque lembram episódios e acontecimentos pretéritos, como porque contribuem para podermos caracterizar um determinado regime político, neste caso o Salazarista. Sobretudo, ajudam a revelar o que ele representou na vida quotidiana de algumas pessoas, para além do que se pode ver nas leis ou nos discursos dos seus mentores ou opositores.

«Neste caso, Joaquim Monteiro Matias revela aspectos da vida de muitos jovens de uma determinada geração que chegou à idade adulta em pleno regime ditatorial, no final da década de 50 do século xx, muitos anos antes de o dia «claro e límpido», embora chuvoso, de 25 de Abril, abrir o caminho para a democracia em Portugal. O autor descreve a forma como um jovem advogado nos anos 50 e 60 se envolveu na actuação política, na defesa de presos políticos de várias organizações políticas clandestinas, e como, de defensor, passou ele próprio a preso político, torturado pela PIDE e julgado no Tribunal Plenário de Lisboa.
São memórias de aspectos da sua vida que cumprem o duplo papel da Memória e da História, de lembrar tempos passados que marcaram os seus protagonistas e de ao mesmo tempo possibilitá-los a que falem ainda no nosso presente.» Do Prefácio de Irene Flunser Pimentel

ISBN 9789896442262
Categoria:
Peso 375 g
Autor

Editora

Temas e Debates