Ambiente - uma questão de ética

010


Autor: Maria José Varandas

Editora: Esfera do Caos

ISBN: 9789898025968

Sinopse: A aldeia global em que vivemos oferece-nos, quase todos os dias, o espectáculo trágico de um imparável cortejo de múltiplas catástrofes. Ainda assim, a desflorestação prossegue, a erosão dos solos aumenta, o ar e as águas apresentam níveis de poluição crescentes, a biodiversidade diminui dia após dia, o número de espécies extintas ou em vias de extinção engrossa dramaticamente, as alterações climáticas induzidas pela pressão antropogénica colocam em risco a vida na Terra.

Os jornais e a televisão dizem-nos que enquanto milhões de pessoas morrem à fome todos os anos, no lado rico do planeta biliões de animais são mortos em cada dia, para serem transformados em bifes, peles, adornos, medicamentos, cobaias. E que grandes extensões de florestas virgens são destruídas diariamente para construir estradas, vias-férreas, complexos industriais e obter matérias primas. No ponto em que as coisas estão, um simples abanar da cabeça, ou uma interjeição pontual de irritação é pouco. O que se passa em redor é claramente errado e imoral. Por isso, o nada fazer não será também pouco moral?

O que este livro procura mostrar é que a actual crise do humano é, em essência, uma crise de valores que está intimamente ligada ao modo com o Homem se relaciona com o seu mundo natural. Neste sentido, o livro defende que a crise ambiental é também, por isso, a crise do humano, procurando mostrar que o respeito e a consideração por essa terra que dá a vida, é condição fundamental para o respeito e para o equilíbrio do ser humano consigo mesmo. É urgente repensar a relação do homem com o seu mundo em termos de valores como respeito, sabedoria, prudência e responsabilidade.